Cáritas realiza quarta edição da Feira Solidária e Cultural

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A Avenida Senador Moacyr  Dalla, em Colatina, foi palco da IV Feira Solidária e Cultural da Cáritas Diocesana de Colatina.

O espaço é de comercialização, diálogo e também de vivência cultural. Vários apresentações populares alegraram a festa: dança Pomerana de Itaguaçu, Fanfarra feminina do Rotary de Colatina e Show musical com Marcos Bill e Gabriel.  

O evento é organizado pela Cáritas Diocesana de Colatina, nesta quarta edição contou com a parceria da secretaria municipal de cultura e a participação de 12 empreendimentos solidários, comercializando alimentos artesanais, panificados, bordados e artesanatos em geral.

A economia solidária agrega as pessoas. É um trabalho organizado com autogestão e que dá muito certo. Por meio dele, a Cáritas pretende junto com as pessoas envolvidas, sensibilizar para um  jeito diferente de trabalhar, de ser e de consumir os produtos, sempre cuidando da vida, destaca Aline Costa, coordenadora da Cáritas.

O que é Economia Solidária

É um jeito diferente de produzir, comprar, vender, consumir produtos, oferecer crédito. O que move esta economia é o desejo de que não existam excluídos, que a riqueza produzida no trabalho seja partilhada e que todos tenham qualidade de vida. A Economia Solidária é uma estratégica de desenvolvimento sustentável econômico, social, cultural, ambiental e político. É uma importante fonte de renda para muitas famílias que enfrentam ou já enfrentaram dificuldades financeiras.

 

Concurso de Poesia

A Cáritas realizou também durante a feira a premiação do 2º Concurso de Poesia destinado às crianças do município de Colatina. O tema desta edição foi “Mãe é Poesia”, em sintonia com o Dia das Mães.

As crianças premiadas foram:

1º Lugar – Natã Ramos Milanezi – 08 anos – Córrego Cascatinha

2º Lugar – Maria Eduarda Rangel Barcellos – 13 anos – Bela Vista

3º Lugar – Mayra Marriel do Nascimento – 10 anos – Bela Vista

Poesia vencedora

Mãe amada

Mãe da casa cuida

E não descuida

Faz massa de pão

Com amor no coração

Faz tudo por amor

É linda como uma flor

Coloca molho no macarrão

Que é uma sensação

Mãe é tudo na vida

E com o perigo lida

Porque os filhos ama

E os filhos nela mama

Mãe é muito amada

Seu amor não tem parada

Mãe é aconchegante

E linda até sem hidratante

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: