Doação

Conheça, a seguir, um pouquinho dos nossos projetos e a forma de ajudar cada um deles. Contamos com você! Faça agora a sua doação e seja solidariedade!

SOU SOLIDARIEDADE! SOU CÁRITAS!

CASA DE ACOLHIDA CÁRITAS SÃO PEDRO

Baixo Guandu (ES)

Atende 50 pessoas adultas ou grupos familiares em situação de rua, desabrigo por abandono, migração ou ausência de residência. Atende também pessoas em trânsito e sem condições de autossustento em Baixo Guandu.

Conta bancária:

Banestes – AG 0117 – C/C 23.636-707

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0001-73

CENTRO DE ACOLHIDA MARIA IMACULADA (CEAMI)

Sooretama (ES)

Atende 120 crianças, adolescentes e suas famílias em situação de risco ou vulnerabilidade social, oferecendo atividades socioeducativas, por meio de oficinas de recreação, artesanato, leitura, capoeira e artes; além de palestras e reuniões com as famílias, com temas voltados para a convivência familiar e comunitária. São realizadas ainda visitas domiciliares, reuniões e palestras, com a finalidade de estabelecer discussões reflexivas, fortalecimento de vínculos e orientação sobre o cuidado com a criança.

Conta bancária:

Sicoob – AG: 3007 – C/C: 104.883-0

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791.507/0004-16

CENTRO DE ACOLHIDA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (CACA)

Colatina (ES)

Desenvolve o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos com 80 crianças e adolescentes em situação de risco ou vulnerabilidade social do bairro Bela Vista e entorno, por meio de atividades pautadas em experiências lúdicas, culturais e esportivas como forma de expressão, interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social.

Conta bancária:

Caixa Econômica – AG: 0172 – OP 003 – C/C: 2148-3

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791.507/0007-69

CENTRO DE ATENDIMENTO MATERNO-INFANTIL MATER CHRISTI

Colatina (ES)

Acolhe até 15 crianças e adolescentes que tiveram seus direitos violados enquanto estavam na companhia de suas famílias ou responsáveis. Durante sua permanência na instituição, é realizado todo um trabalho articulado com o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente para verificar a possibilidade de reintegração familiar e, na impossibilidade, o encaminhamento à adoção.

Conta bancária:

Caixa Econômica – AG: 0172 – OP 003 – C/C: 1993-4

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0003-35

OBRA SOCIAL SANTA LUZIA (PROJETO ESPAÇO DA ALEGRIA)

Pancas (ES)

Acompanha 130 crianças, adolescentes e suas famílias em situação de risco ou vulnerabilidade pessoal e social, oferecendo palestras, formações e atividades socioeducativas, como flauta e violão, artesanato, teatro, dança, jardinagem, jogos e brincadeiras, apoio e estímulo à aprendizagem e leitura, inclusão digital e lazer.

Conta bancária:

Banestes – C/C: 18269209 – AG: 142

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-00010-64

COMUNIDADE TERAPÊUTICA BETÂNIA

Aracruz (ES)

Oferece atenção integral, prevenção, recuperação e reinserção social a 45 homens, dependentes de substâncias psicoativas, bem como apoio a famílias com vínculos rompidos ou fragilizados pela dependência química.

Conta bancária:

Banestes – AG: 111 – C/C: 22.090.99-7

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0011-45

PROJETO CRUBIXÁ JHJ

João Neiva (ES)

Oferece oficinas de apoio pedagógico, artes, música, capoeira, atividades de lazer e socialização, apoio psicológico e social para o fortalecimento de vínculos familiares, que visam a orientar e capacitar 70 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social para o seu desenvolvimento humano, preparando-os para o exercício da cidadania.

Conta bancária:

Banco do Brasil – AG: 3680-3 – C/C 14.406-1

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0005-05

CÁRITAS BEBEDOURO

Linhares (ES)

Oferece atividades de convivência e fortalecimento de vínculos a 210 crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social do distrito de Bebedouro. São oficinas educativas, música, artes, inclusão digital e recreação.

Conta bancária:

Sicoob – AG: 3007-4 – C/C: 68.134-2

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0012-26

PROJETO GIRASSOL

Aracruz (ES)

Atendendo 80 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, oferecendo atividades que visam ao desenvolvimento intelectual, inclusão digital, educação pelo esporte, oficinas de artesanato, musicalização, entretenimento, expressão cultural, espiritualidade, integração da família com o projeto e atendimento psicossocial.

Conta bancária:

Banestes – AG: 027 – C/C: 1774112-5

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0008-40

TERRITÓRIO DA PAZ

Colatina (ES)

Desenvolve atividades socioassistenciais com 60 crianças e adolescentes do bairro Ayrton Senna, com o objetivo de contribuir par a transformação social e melhoramento da qualidade de vida dos sujeitos atendidos e suas famílias.

Conta bancária:

Banestes – AG: 117 – C/C: 2.934.913-1

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0001-73

PROJETO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E SUSTENTABILIDADE (PROES)

Colatina (ES)

Assessora, capacita, fomenta e fortalece empreendimentos econômicos solidários, contribuindo para consolidar a economia popular solidária sustentável como alternativa de formação e geração de renda da população em situação de vulnerabilidade.

Conta bancária:

Banco do Brasil – AG: 0112-0 – C/C: 4.699-X

Razão Social: Cáritas Diocesana de Colatina – 01.791/507-0001-73

Doações diversas

Seja um voluntário:

Ministre cursos, ensine trabalhos específicos ou colabore com quaisquer outros talentos.

Sua empresa também pode ajudar:

Patrocine nossos projetos ou ofereça serviços.

Doe seu imposto de Renda:

Patrocine nossos projetos ou ofereça serviços.

As doações devemos ser feitas até o último dia útil do ano para dedução na declaração do imposto de renda do ano subsequente ao da contribuição.

Pessoa Física: Limite de doação até 6% do imposto devido

Pessoa Jurídica: Aquelas com base no lucro real podem deduzir até 1% do imposto de renda devido, excluído o adicional, sob forma de contribuição ao FIA. O valor das doações é deduzido diretamente do imposto devido.