Combate à Violência é tema de debate na Obra Social, em Pancas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A Obra Social Santa Luzia, recebeu ontem, dia 06 de dezembro, a visita de membros da Vara Tribunal de Justiça, Centro de Referência de Assistência Social – CRAS e Centro de Referência Especializada de Assistência Social – CREAS, de Pancas, para um bate-papo sobre a cidadania e o combate a violência.

O movimento faz parte de uma ação promovida pela Prefeitura de Pancas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, que vem discutindo com a população sobre a violência doméstica contra a mulher.

As crianças e os adolescentes, atendidos pela Obra receberam uma cartilha educativa com o tema discutido na ocasião e puderam refletir sobre a importância do respeito com todos e da denúncia a qualquer tipo de violência. O grupo participou ativamente da discussão, o que deixou a assessora da vara especializada em violência doméstica de Cariacica, Srª Renata Guinzan, surpresa e feliz, pois segundo ela perceber que as crianças e os adolescentes já tinham conhecimento prévio sobre a Lei Maria da Penha, que sabiam o conceito e os tipos de violência, é o que fortalece a atuação da rede, executivo legislativo, judiciário, ONG’S, Obra. Para Renata, só é possível enfrentar a violência quando essa rede estiver fortalecida, e completou que a Lei por si só não muda a vida das pessoas, ela garante os direitos, mas só alcança eficácia quando é entendida na base, para que mude a cultura machista do nosso país, que faz com o homem se sinta autorizado a praticar a violência. Por fim, ela agradeceu o trabalho da Obra Social, e disse estar muito feliz em saber que as crianças e adolescentes se tornam agentes nesse combate e multiplicam tudo de bom que aprendem.

O professor Elson Nascimento, coordenador das atividades do serviço de convivência do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, que também participou do evento, destacou que – “Não há como Pancas ser Pancas, e ter o sentido de acolhimento, de fazer o bem para as pessoas, sem a existência da Obra Social, ela representa esse espírito de solidariedade, de envolvimento de fazer pelo outro, ela é símbolo do bem em nosso município”.

Deixe um comentário

Últimos Posts

%d blogueiros gostam disto: