Mater Christi completa 20 anos de fundação

Há 20 anos, em novembro de 1998, nascia o Centro de Atendimento Materno Infantil Mater Chsiti , fruto dos esforços de Pe. Ernandes Samuel Fantin, Irmã Conceição Garuccio, Irmã Cleuza Maria Magalhães e Irmã Wanderleia da Silva, da congregação Filhas de Maria Imaculada.

Nestes 20 anos de história, o Mater Christi se transformou e cresceu, criou raízes e vem cumprindo sua missão junto às crianças, adolescentes e gestantes dos municípios de Colatina, Marilândia e Governador Lindenberg, ofertando acompanhamento social no intuito de contribuir para a prevenção do agravamento de situações de negligência, violência e ruptura de vínculos.

Ontem (02/12), uma missa em ação de graças por esses 20 anos de história foi celebrada, na Matriz de Nossa Senhora da Penha, no bairro Honório fraga. A celebração foi presidida pelo padre Ernandes Samuel Fantin, fundador do Mater Christi.

Para marcar o  momento a coordenadora da Cáritas, Aline Costa, escreveu uma poesia especialmente para o Mater Christi, confiram:

MATER CHRISTI 20 ANOS

Quando plantamos uma semente não temos certeza do que colheremos

Para colher frutos bons é necessário adubar o solo, regar a terra, podar os galhos vez ou outra

É preciso esforço, dedicação, cuidado!

Pode ser que venham épocas de estiagem

É preciso sabedoria para transpô-la e

Paciência para esperar  os dias de graça, que sempre vêm

Há vinte anos uma pequena semente foi plantada

Sob as bênçãos da Mãe Maria, Nossa Senhora da Penha

Uma semente de esperança e de vida nova

Uma semente chamada Mater Christi!

Que carrega no nome a força do  amor e da fé de Maria

Mãe de Cristo!

O Cristo que se entregou por amor

A Mãe que acreditou no amor

O Mater Christi que nasceu do amor

Amor aos pequeninos, os preferidos de Jesus

Amor à vida e a vida em abundância

Amor que multiplica o amor

Amor que resgata, transforma, cuida

É no consolo ao choro dos pequeninos

Que lá a semente é regada

É no resgate de cada criança abandonada

Que  lá a semente é adubada

É na transformação da vida de uma adolescente, jovem e mãe

Que lá a semente germina e cresce

É no nascimento ou renascimento de uma família

Que lá são colhidos os frutos bons

Naqueles corredores o choro não é de tristeza ou desespero

Por lá ele é o anuncio de que a vida sobressalta

De que casa está cheia de amor, de ternura e de acolhimento

São muitas as histórias

Diversos são os personagens

Mas nenhuma será tão especial

Quanto a daquele que plantou a semente Mater Christi

Que sonho lindo

Uma realidade que ilumina

Deus certamente mora ali

Segura na mão de cada colaborador

Fortalece as religiosas para que não desanimem da sua nobre e valiosa missão

Encoraja os voluntários

Deita em seu colo cada pequenino e faz deles seus filhos mais amados

Vinte anos!

Quanto adubo foi usado

Quanta água utilizada para regar a terra

Quantas podas fizeram doer

Ah! Mas quantos frutos bons foram colhidos e ainda serão

Com muito esforço, cuidado e dedicação!

 

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: