Noite Cultural no Centro de Acolhida em homenagem à Cultura Negra

Aconteceu na última semana uma Noite Cultural em homenagem à Cultura Negra, no Centro de Acolhida, no bairro Bela, Unidade Filial da Cáritas Diocesana de Colatina.

As crianças e os adolescentes, refletiram neste mês, sobre a valorização e consciência negra. A reflexão culminou com Noite Cultural, em que eles puderam apresentar para seus familiares e para a comunidade os trabalhos realizados sobre o tema e danças que são referências da cultura negra.

Houve ainda, um momento de partilha, por meio da fala do Sr. Rondinelli Eleotério, que expôs a importância da cultura e do povo negro e o impacto que tiveram na evolução da cultura brasileira.

Cordel – Dia da Consciência Negra (Braulio Bessa)

“Eu tenho um sonho”! Assim Martin Luther King falou à humanidade, que um dia negros e brancos andassem em irmandade, sentassem na mesma mesa e num gesto de grandeza e consciência de sua essência se alimentassem de amor.
Mas afinal, meu povo, qual é a cor dessa tal de consciência.
Sendo a consciência negra, tem a cor de muita luta, de um povo forte e guerreiro que não foi da labuta.
Tem a cor do sofrimento, dos injustos julgamentos e do preconceito velado.
Tem a cor de quem sofreu, que sofre, mas jamais fica calado.
Talvez consciência negra tenha a cor de igualdade, de Mandela, de Rei Charles, de outros reis, majestades. Rei do Pop, Rei do Reggae e rei do baião.
Michael Jacson, Bob Marley e Gonzagão, cortam o mal pela raiz com um machado afiado. Mas não é qualquer machado. É Machado de Assis!
Não deixe que o preconceito escravize sua mente. Afinal, somos iguais. Mesmo sendo diferentes! E não é contradição. É pura convicção num conceito de igualdade, baseado no amor, que não divide por cor ninguém na humanidade.

Deixe um comentário

Últimos Posts

%d blogueiros gostam disto: