Mater Christi realiza Missa Natalina

O Centro de Atendimento Materno Infantil – Mater Christi, unidade filial da Cáritas Diocesana de Colatina, realizou na última sexta-feira, dia 04 de dezembro, Missa Natalina em Ação de Graças pela conclusão de mais um ano de atividades em favor da vida.

A missa foi celebrada por padre Ernandes Samuel Fantin, que é gestor do Mater Christi e contou com a colaboração dos membros da Paróquia Nossa Senhora da Penha, do bairro Honório Fraga. A celebração contou também com a presença de vários voluntários, funcionários, benfeitores, crianças acolhidas na casa e famílias que passaram pelo processo de adoção.

"Foi tudo preparado com muita simplicidade e carinho pela equipe, o maior objetivo foi demonstrar a gratidão que sentimos a todos que colaboram com esta obra", afirmou a assistente social Ana Paula Fonseca Costa Badiani.

Confira a mensagem de agradecimento que os colaboradores do Mater Christi fizeram:

"Nós do Mater Christi, unidade filial da Cáritas Diocesana de Colatina, gostaríamos de agradecer a Deus, em primeiro lugar, por conceder um trabalho um trabalho que nos edifica, que nos aproxima do próximo, logo nos uni ao próprio Deus.
Em segundo lugar, temos que agradecer à Diocese de Colatina que tem como missão evangelizar a partir da Palavra de Deus e pela Eucaristia à luz da opção preferencial pelos pobres, e neste sentido, apoia firmemente as ações da Cáritas em seu território.
Incluímos nos agradecimentos todos os parceiros que dialogam conosco para resolução dos problemas sociais que enfrentamos no cotidiano do trabalho, dentre os quais merecem destaques: o poder judiciário de Colatina, Ministério Público e os serviços de saúde, educação e assistência social trabalho e renda das prefeituras de Colatina, Marilândia e Governador Lindenberg.
É imprescindível também reconhecermos a importância dos nossos inúmeros voluntários, que com suas ações solidárias, doam tempo e, por vezes recursos materiais à nossa instituição, e atendem não nossos interesses, mas, os das crianças e adolescentes que vivem excepcionalmente, nesta casa.
“Por fim, nossa profunda gratidão às crianças e adolescentes que viveram ou ainda vivem no Mater Christi, pois cada um, em sua singela particularidade, nos ensinou que temos sempre o que aprender, principalmente, em relação a nossa forma de AMAR."

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: