Dom Décio se torna bispo emérito da Diocese de Colatina

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Na manhã desta quarta-feira, 14 de maio, recebemos a notícia de que o Papa Francisco aceitou o pedido de renúncia do nosso querido Dom Décio Sossai Zandonade.

A renuncia foi motivada por questões de saúde. Mesmo aparentando estar bem, ele tem uma história de AVC (Acidente Vascular Cerebral), hemorragia cerebral e uma intervenção cirúrgica no coração.

Tal quadro, junto às tensões normais do Governo de uma Diocese, e a percepção de que seu perfil humano já não se adequava as exigências atuais de um bom governo pastoral, fez com que ele, desde 2010, encaminhasse o pedido de renúncia.

MENSAGEM AO POVO DE DEUS DA DIOCESE DE COLATINA

Meus queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus,

Hoje o Papa Francisco aceitou o meu pedido de renúncia ao governo pastoral da Diocese de Colatina. Este pedido foi introduzido já em 2010 quando da “Visita ad Limina” a Roma junto com os demais bispos do Regional Leste II. Vivia, então, em uma situação de tensão gerada por um escândalo que se tornou público.

Preocupava-me também a saúde física e psicológica. Tenho um histórico de AVC e hemorragia cerebral que se agravou com uma ameaça de enfarto cardíaco e consequente implantação de uma mamária. Hoje aparentemente estou bem. Coloquei-me nas mãos de Deus. O que o Papa decidisse esta seria a vontade de Deus.

Sinto que nestes 11 anos à frente da Diocese de Colatina procurei, junto com o meu presbitério, cumprir com zelo a missão que me foi confiada. Tempo de graça e também de fraquezas. As mudanças rápidas nas quais estamos mergulhados tanto social como eclesialmente pedem renovação. É o que esta renúncia deseja facilitar. O Espírito Santo de Deus haverá de providenciar alguém revestido de santidade e sabedoria para conduzir esta bela Igreja Particular segundo as orientações do Papa Francisco e as exigências do mundo atual.

Continuo bispo. Não terei mais a responsabilidade do governo pastoral e administrativo. Desejo, porém, continuar servindo a esta querida diocese naquilo que o Administrador Apostólico e o futuro bispo o desejarem. Manifesto apenas um sonho que sempre alimentou minha mente e coração: encontrar um lugar para meditar a Palavra de Deus vivendo um tempo mais de Maria do que de Marta (cf Lc 10,38-42). O Santuário Diocesano Nossa Senhora da Saúde preencheria bem os desejos do meu coração. Não como Reitor mas como simples servidor da Palavra e da santificação. Há também o desafio da formação de lideranças com espírito cristão que poderá acontecer no IESIS (Instituto Espírito Santo de Inovação Social). Quero viver com alegria e generosidade o tempo que Deus me der para servi-Lo na caridade.

Peço que acolham com o carinho que sempre me acolheram a Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, bispo auxiliar da Arquidiocese de Vitória e agora nomeado pelo Papa Francisco como o Administrador Apostólico da Diocese até a chegada de um novo bispo. Será uma bênção.

Conto sempre com as orações de todos. Contem também com minha amizade e minhas pobres preces. Nossa Senhora da Saúde, a quem confiei minha vida e esta diocese, guie nossos passos.

Um abraço carinhoso do irmão em Cristo Jesus e agora bispo emérito,

Dom Décio Sossai Zandonade
Bispo Emérito da Diocese de Colatina

Colatina, 14 de maio de 2014

Deixe um comentário

Últimos Posts

%d blogueiros gostam disto: